Jornada Jovem

 Ir para: Início - Um belo Começo - Calendário 

 

jornada jovemEm janeiro de 1974 Itamar Martins Pereira e Ledir Regina Petry, vieram de Anita Garibaldi - SC, para trabalhar na equipe de Pastoral da Associação de Estudos, Orientação e Assistência Rural (Assesoar), indicados por Frei Constantino Deon (Capuchinho). Entrosaram-se com Pe. René Van Looy e Agenor Girardi (Seminário São José) e a equipe paroquial.

Em novembro de 74, Itamar e Ledir levaram-nos pra Anita Garibaldi (SC) fazer a Jornada. Na volta, veio junto Darci Figueiró de Jesus pra também trabalhar na Assesoar. E começou-se a preparação da primeira jornada de Francisco Beltrão.

Para a Jornada, Francisco Beltão foi uma Canaã, pois nunca sofreu crises de continuidade nem teve interrupções, tanto que em agosto 2011 foi realizada a de número 100. Não se pode falar da história da Jornada sem citar a importância do hoje Bispo Dom Agenor Girardi, autor da ideía da viagem para Anita Garibaldi, em 74, e articulador das duas primeiras edições. Também não se pode deixar de fora, seu irmão Quintino Girardi, candidato na segunda Jornada e heroicamente dedicado até hoje.

Um fato deve ser ressaltado. Se Itamar, foi treinado pelo próprio Frei Alido, em Anita, na fundação da Jornada, foi a audácia de Agenor que encorajou a pequena equipe em realizar as duas primeiras em Francisco Beltrão.

De Francisco Beltrão ela foi levada pra dezenas de cidades do Paraná, Mato Grosso, Goiás e Rondônia, levada por JJs ou por padres, como é o caso dos freis capuchinhos Teobaldo e Constantino Deon e que tem semeado a Jornada e a Lareira, no norte do País, desde 1992.

 

Voltar ao topo da página  )

Um belo começo

Em 1979 o Bispo Dom Agostinho Sartori delegou ao Frei Nelson Rabelo a tarefa de coordenar a Pastoral da Juventude da Diocese. Este iniciou um esforço para aproximar os jovens da Jornada com os do Encontro TLC. Em maio de 79 foi realizada uma Jornada em Pato Branco, no antigo pavilhão São Pedro, acompanhada por Frei Nelson, Neri Cenzi, Valban Sutilli e Nelson Redivo.

Depois, em julho do mesmo ano foram realizados dois TLCs, um em Francisco Beltão e outro em Realeza, coordenados por Dirceu Ruaro, Rubens Camargo e demais líderes deste movimento. Ao longo dos anos 80 foram realizadas mais jornadas em Pato Branco, tendo como coordenadores os beltronenses Quintino Girardi e Mariluz Zanin Petry.

A exemplo do que ocorreu em Lages (SC) também em nossa região o Movimento Jornada Jovem chegou primeiro. A primeira Jornada Jovem aconteceu nos dias 25 e 26 de Janeiro de 1975. No ano seguinte começou a articulação para fundação da Lareira, pelo Pe. Afonso e Itamar Martins Pereira. A partir de 1977, cada Lareira de Campos Novos (SC) recebia um casal de Marmeleiro e um de Francisco Beltrão para participar do retiro.

Porém, o embalo da jornada em Pato Branco ocorreu a partir de 1988 quando casais daqui começaram a fazer Lareira em Marmeleiro. Ao mesmo tempo a Jornada de Marmeleiro começou abrir vagas para jovens pato-branquenses e ambos deslancharam, Jornada e Lareira, até o coroamento total representado pela construção da Casa de Formação de Pato Branco.

Uma  pioneira e grande incentivadora do Movimento de Jornada de Pato Branco até os dias atuais é Luciane Gomes Geron.

A Coordenação da Jornada Jovem atualmente está a cargo de  

Reitor 2017/2018: Omar Giovani Pagnoncelli, (46) 99972-6810

O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo. O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo.

 

Vice-reitor: Neri Fabris: (46) 99103-1826

 

Voltar ao topo da página  )

Calendário para 2017

 
 
Datas das Jornadas: 21,22 e 23/04/2017 e 06,07 e 08/10/2017
 
 

 

Compartilhar

Site melhor visualizado em 1024x768 ou superior!